PalavrasCruzadas



Herói ou Ídolo?

       Quem nunca questionou a razão pela qual a sociedade é discípula de costumes, influências e relevantes personalidades dos nossos tempos? Quem nunca se questionou porquê? Eu já. E apenas concluí que tudo isso é a natureza humana a falar mais alto do que a nossa força intelectual de nos criarmos e adaptarmos a nós mesmos.

       Justificando-nos que “está na moda” e que “ele ou ela usa” escondemos e inibimos o nosso défice de capacidade para nos identificarmos interiormente e exteriorizar quem somos.

       Aniquilamos a vontade de sermos e semeamos a vontade de seguir. Seguimos quem admiramos zelosamente e viciamo-nos. Crescemos sem ideia de quem somos e de quem queremos ser. Destruímos a vontade de ser; a vontade de criar. Seguimos. Seguimos um ideal de vida para nós. Seguimos o ídolo.

       Mas não dogmatizando, deixo claro que ter um ídolo ou um herói, com seus significados distintos é das coisas mais fascinantes deste mundo. Admiramos. Platónicamente adoramos.

       Mas qual será melhor? Herói ou ídolo? Herói. Mas porquê? Se herói é aquele que faz história nem sempre da melhor maneira? Se herói é o nome a quem atribuímos a quem admiramos? Ponde neste ponto as coisas, qual a diferença entre herói e ídolo? Para mim nenhum. Porque a quem atribuímos a nossa definição de herói ou ídolo aos nossos olhos são pessoas que têm algo de especial para nós. Fizeram história. Da melhor ou da pior maneira.


Trackbacks & Pingbacks

Comentários

  1. * matheus says:

    site é demais

    | Responder Publicado 6 years, 6 months ago
  2. * Gian Pandolfo says:

    Deixo claro que o herói, ou ídolo, sempre será uma referência à um ponto de vista. Ou seja, depende o ponto de vista visto. Um herói nacional ou partidário, por exemplo, pode não ser para um país rival ou pela oposição. Sempre dependerá do ponto de vista.
    Mas, existe sim uma diferença trementa entre herói e ídolo (vide Joseph Campbell), e se baseia na seguinte ideia: enquanto o ídolo julga e faz perante a sua necessidade pessoal (egoísta), o herói se baseia na necessidade coletiva. Ele “sempre” se sacrificará por algo maior que a sua própria vida. Pense em qualquer herói da história: Jesus, Teseu, Hércules, Lula, Buda, Dalai Lhama, Martin Luther King, Ronaldo Nazario, infinitos etc.
    Lembre-se que julgo como “herói” de um ponto de vista central, não de prismas diferentas. (por exemplo, não se pode considerar Lula um herói pela opisição, mas com certeza foi para uma nação. Ps. Sou anti-PT)

    Mas a grande diferença está aí. Você quer ser um ídolo (egoísta) um herói (altruísta)?

    | Responder Publicado 4 years, 7 months ago


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: