PalavrasCruzadas



Hip Hop Rural

  Espreitei pelo reposteiro da janela. No ar soergia um som estranho. Vagas de som ameaçadoras. O vau do rio que corria em frente da janela estremecia. Supus que lá nas cercanias ouvesse algum concerto em que a música era soletrada com uma cadência inimaginável. Fui ver o que se passava. Atravessei o rio e fui de liteira alugada à procura daquele som magnifico. Encontrei!

       Não era um concerto, mas a música , não era som desconhecido naquela altura. Um concurso de hip hop, entre duas freguesias perdia-se na longa e extensa paisagem rural. O som era de uma fealdade incrivel… Vestiam-se todos com cores escarlates, largas e expressivas. Todos eles exilavam-se com uma expôntanamente. Até que a música cessou…Todos desapareceram como vultos. Eu também…

       – Acorda!! – gritava a minha avó ao ouvio. Afinal, tudo não tenha passado de um sonho…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: