PalavrasCruzadas



Resumo – Sexta-feira ou a vida Selvagem

1/2 A 29 de Setembro de 1759, a tripulação do Virgínia, ia rumo ao Chile, quando se deparou com uma perigosa tempestade, enquanto Robinson jogava às carta com o capitão do barco. A tempestade intensificou-se e encalhou a embarcação numa ilha deserta. Pouco tempo depois, Robinson acordou. Viu que era o único sobrevivente do embate.        

3 Ele mantinha a esperança de que houvesse mais alguém naquela ilha. Procurou, mas não encontrou ninguém. Então, pegou num tronco seco e encheu-o de plantas. Quando aparece-se alguém, era só pegar-lhe fogo.        

4 Resolveu fazer um barco, no qual pudesse retomar caminho e continuar caminho para o Chile.        

5 Desfez o que restava do Virgínia, e em três dias construiu-o. Terminado o barco, deu-lhe um nome. Evasão. Tentou levar o barco até ao mar, mas depressa se desiludiu. Não conseguia. O barco era demasiado pesado para ser transportado do meio da ilha para o mar.        

 6 Desmoralizado pelo fracasso do Evasão, Robinson mergulhou nas lamas. Passava lá dias. Um dia viu um barco lá longe. Vinha em direcção à sua ilha. Chegado o barco, saiu de lá uma mulher. Robinson conhecia-a. Era a sua irmã, que já morrera. Depressa concluiu, que tudo não passara da sua imaginação, fruto dos dias passados nas lamas.        

7 Decidiu civilizar aquela ilha. Criou animais, plantou cereais e outros alimentos. Passados dias encontrou o seu cão, Tenn. Fez também um calendário, a começar naquele dia e um relógio novo.        

 8 Fez uma constituição daquela ilha a que passou a chamar Speranza. Um dia descobriu que não estava sozinho. Speranza estava cheia de índios perigosos. Robinson depressa defendeu a parte civilizada.        

9 Um problema aparecera. Os ratos. Destruíam tudo o que era plantação. Robinson combateu-os e venceu-os.        

 11 O trabalho ia crescendo de dia para dia e Robinson perguntava-se a si mesmo para quê tudo aquilo. Era o único a tirar proveito de tudo.        

12/13 Robinson, um dia descobriu um paraíso. A gruta. Explorava-a todos os dias. Ia e vinha, recordando-se de coisas passadas. Uma noite deparou-se com índios sacrificando um deles pois acreditavam que todo o mal que lhes estava a acontecer era culpa sua. O índio fugiu, quando menos esperavam e vei ter com Robinson

 14 Os dois ficaram amigos, mas os comportamentos selvagens e sem pudor não agradavam muito a Robinson.        

 15/16 Robinson decidiu civilizar também o índio. Deu-lhe um nome. Sexta-feira, ensinou-lhe inglês, e as boas maneiras. Sexta-feira tinha-se tornado servo e Robinson o seu amo e general da ilha.        

 19 Certo dia Sexta-feira descobriu a gruta onde Robinson guardava o que tinha sobrado do Virgínia. Existia pólvora e um cachimbo. Sexta-feira começou então a fumar. Um dia, Sexta-feira quando acabou de fumar, atirou o cigarro para o chão. Pouco depois tudo explodiu.        

20 Tudo o que tinha custado a construir tinha ardido. Não restava nada.        

 21 Robinson deixou de trabalhar. Tinha mudado. Fisicamente e psicologicamente.        

23 Mas houve a primeira zanga. Sexta-feira, não queria mais zangas. Então criou uma cópia de cada um. Quando quisessem ralhar um com o outro iam À sua réplica.         

 24 Sexta-feira teve outra ideia. Um jogo. Troca de papeis. Por vezes Robinson era o servo, e Sexta-feira era o amo. Eles adoravam o jogo.         

25 Teen há muito que andava cansado. Um dia morreu. Já era velhinho.        

 26 Um dia encontraram-se papagaios na ilha, por isso quando alguém falava repetiam milhares de vezes. Decidiram arranjar sinais, para comunicar sem serem repetidos. Passaram muito tempo assim, até que os papagaios foram embora, e ai já puderam falar outra vez. Ficaram contentes de ouvir novamente as suas vozes, mas como gostaram de estar em silêncio, permaneceram sem falar.        

 27-32 Num dos seus passeios, Sexta-feira encontrou uma cabrinha ferida. Logo se tornaram amigos. Um dia Anda, a cabrinha voltou para o seu rebanho. Sexta-feira não se conformou e foi busca-la. Teve que combater com o chefe do rebanho. A certa altura, caíram os dois. Sexta-feira sobreviveu, graças ao bode que o salvou, mas morreu. Passado algum tempo, Anda voltou.

33-35 A certa altura um barco apareceu. Robinson e o comandante trocaram conversas e jantares. Há tanto tempo que esperara por aquele momento, mas não quis regressar a casa. Sexta-feira sim. E sem Robinson saber, partiu. Robinson ficara mas não sozinho. Um novo residente tinha ali ficado. Era infeliz no barco. Domingo era o seu novo companheiro.

About these ads

Comentários

  1. * Sara Alexandra Lima Morais says:

    o resumo está bem fixe obrigado pela ideia!!!

    | Responder Publicado em 5 years, 7 months ago
    • * ines garrafa says:

      ola o resmo esta mt porreiro obrigada pela ideia porque no dia 24 de janeir vou ter a minha leitura recreativa
      bjx e obrigada

      | Responder Publicado em 2 years, 8 months ago
      • * João Silva says:

        Obg isto deu muito geito para a minha apresentação de pt…
        Beijos e abraços Tchau Obg

        Publicado em 1 year, 5 months ago
  2. * Sylvia Macedo says:

    O resumo esta bem de acordo com oque diz o livro, li os dois e comclui que esta historia tem muito a nos ensinar. Recomendo o livro a todos que lerem este comentario. (:

    | Responder Publicado em 4 years, 9 months ago
  3. adoro aprender e isto é não sei se vou querer aprender vou ficar muito imossionada porque é muito interessante

    | Responder Publicado em 4 years, 5 months ago
  4. * tiago says:

    acho o site muito bom porque me ajudou em varias coisas

    | Responder Publicado em 4 years, 5 months ago
  5. * tiago says:

    eu nao li o livro mas recomendo

    | Responder Publicado em 4 years, 5 months ago
  6. * Pedro Ponte says:

    Adorei o vosso resumo acerca da obra. Estou a estudá-la na escola e está a ser muito fixe. Esta história ensina-nos a valorizar tudo quanto temos, porque se um dia perdermos isso, de certeza que vamos ter saudades. Recomendo a leitura da obra. Vivam a vida a cada segundo mais intenso do que o anterior!

    | Responder Publicado em 3 years, 7 months ago
    • * claudia says:

      Adorei o resumo da obra , recomendo a toda aa gente …vejam o mundo com outros olhos porque nem tudo o que parece é !

      | Responder Publicado em 2 years, 7 months ago
  7. * eggf says:

    Amei esta história, e muito linda

    | Responder Publicado em 2 years, 7 months ago
  8. * Membro do Zitismo!!! says:

    ZITISMO! <3
    Fixe a história, recomendo aos meus amigos e inimigos ;)
    Uma história interessante para contar no próxima jantar Zitista!!!
    Força Zitismo até morrer! <3
    Aqui fica um video nosso jovens:

    Fiquem bem, fiquem com o Zitismo!

    | Responder Publicado em 2 years, 5 months ago
  9. * Mafarrico Arlindo Penedo says:

    Está porreiro o resumo, está muito bem feito! Parabens! (;

    | Responder Publicado em 2 years, 4 months ago
  10. Por acaso está muito bem resumido, gostei imenso!

    | Responder Publicado em 2 years, 4 months ago
  11. * vera says:

    ajudou muito obrigado !

    | Responder Publicado em 1 year, 4 months ago
  12. * angelo says:

    esta muito fixe . Explca tudo , e percebe-se bem

    | Responder Publicado em 1 year, 4 months ago


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: